O Airbnb foi considerado o inimigo público número um pelos hoteleiros de todo o mundo. Mas, será que essa reputação é merecida hoje? Neste artigo você saberá o papel do Airbnb x Hotéis a nível de não se preocupar, mas pelo contrário! Confira!

Airbnb x Hotéis

Por muito tempo, a indústria hoteleira não considerou o Airbnb como uma ameaça. Tanto a indústria quanto o Airbnb alegavam que atendiam a diferentes mercados e tinham diferentes modelos de negócios. Porém, com o passar dos anos, à medida que o Airbnb se tornou mais bem-sucedido e cresceu – sendo maior do que o setor hoteleiro – a retórica mudou. Então, a partir daí, a indústria hoteleira começou a perceber que tinha algo com que se preocupar.

Mas como foi a iniciativa do Airbnb?

Na verdade, o Airbnb, fundado em 2008, listava mais quartos para alugar do que qualquer rede de hotéis do mundo. Assim, a empresa experimentou esse crescimento e presença em todo o mundo. Por isso, o crescimento pode ser entendido em função da oferta e da demanda. Mas, por que?

Os anfitriões possuem a liberdade de alugar em qualquer dia específico, o que lhes dá a flexibilidade para responder às mudanças nas demandas de acomodação. Em qualquer ambiente, os hosts do Airbnb, geralmente têm maior flexibilidade e custos operacionais, mais baixos do que os hotéis.

E o resultado? Esse efeito prejudicou a capacidade hoteleira que ficou mais restrita. Porém, o nosso argumento é que o Airbnb x Hotéis, é hoje, algo totalmente diferente. Na verdade, ele teve um efeito positivo sobre os consumidores e hospedeiros, que também fazem parte da indústria hoteleira. 

Virando o barco entre Airbnb x Hotéis

As receitas de hotel passaram a ser maiores sem a presença do Airbnb, o que se verificou. De todo modo, muitos fatores impulsionaram os hotéis a brilharem mais em relação ao que chamamos de experiência do cliente. Assim, como o Airbnb oferece acomodações que diferem de seu quarto de hotel tradicional, é valorizado por clientes que buscam um ambiente que exiba uma estética mais caseira. 

Desta forma, o Airbnb aumentou a disponibilidade de quartos, resultando em preços reduzidos para os consumidores, especialmente durante os horários de pico. 

Mas, como os hotéis se beneficiam do Airbnb?

Existem maneiras diretas e indiretas pelas quais um hotel pode se beneficiar do Airbnb. Em primeiro lugar, ao anunciar no Airbnb, um hotel pode aumentar suas reservas de curto prazo. Assim, o Airbnb recebe uma classificação muito alta que funciona como branding (marca) para seu hotel. Além disso, garante um indicador de fidelidade do cliente e gera clientes recorrentes. 

Na verdade, os hóspedes não apenas retornam à plataforma do Airbnb para fazer outra reserva – mas os hóspedes também indicarão outros clientes para seu hotel. Desta forma, os hotéis podem aproveitar a alta afinidade no Airbnb para se conectar com uma base de clientes mais ampla e envolvida, em relação às OTAs

Por isso, talvez a maior tendência na indústria hoteleira na última década tenha sido a consolidação das OTAs. Além dos benefícios diretos de curto prazo ao incluir o Airbnb em sua estratégia de marketing de hotel, existe uma grande vantagem a longo prazo em listar seu hotel no Airbnb. 

Com isso, o Airbnb é o terceiro grande player que pode trazer mais competição ao mercado. O resultado final? Os hotéis inevitavelmente se beneficiarão, pois as OTAs com tarifas altas serão forçadas a reduzir seus preços para competir pelas listagens.

Assim, listar no Airbnb é uma vantagem para os hotéis e para a plataforma. Na verdade, o Airbnb precisa de hotéis para estocar sua plataforma com o inventário desejável. Além disso, e o mais importante, hóspedes (especialmente os millennial) preferem ficar em hotéis em vez de residências do Airbnb. 

Neste sentido, essa relação Airbnb x Hotéis, precisa-se diferenciar suas ofertas. Nem todos os cômodos devem ter o mesmo molde padrão e ao mesmo preço. Devem ter um mínimo de personalidade e um conjunto diversificado de comodidades, de cozinhas totalmente abastecidas, espaços comuns e muito mais. 

Uma nova forma de experiência

Os hotéis não estão apenas procurando adicionar atributos e experiências de compartilhamento, mas também devem procurar explorar o modelo de negócios baseado em plataformas.

Assim, por meio das experiências do Airbnb x Hotéis, os viajantes podem participar de tudo, desde atividades ao ar livre, como caminhadas até tours gastronômicos. 

Por exemplo, além desses produtos, o Airbnb também criou seus próprios segmentos de viajantes: 

  • buscadores de novidades; 
  • experiências que procuram acomodações únicas e não convencionais;
  • atrações culturais;
  • rotas semi-urbanas;
  • barcos 

Enfim, tudo o que uma empresa hoteleira tradicional não pode oferecer.

Mas temos o presente momento: entender o que os consumidores desejam está no cerne da batalha entre Airbnb x Hotéis.

Existem tendências sociais maiores que estão impactando o que os consumidores buscam em viagens, e achamos que isso tem implicações para a dinâmica do Airbnb x Hotéis. 

Essas tendências incluem:

Uma mudança para um novo luxo 

Em busca de experiências únicas e autênticas que sirvam como uma plataforma de lançamento, alimentada por uma maior lacuna.

Faça melhorias

Até mesmo retoques simples, como uma nova tinta ou comodidades melhores, podem tornar seu local mais atraente para os hóspedes. Desta forma, mudanças como novos andares e acesso aprimorado para pessoas com deficiências, podem transformar a experiência de seu hóspede e torná-la muito mais feliz. 

Ofereça experiências em sua cidade

Os hosts podem criar experiências únicas com base em suas paixões ou interesses. Por exemplo, apresentar os gourmets de fora da cidade ao cenário de restaurantes da sua cidade. 

Acomode mais pessoas em sua listagem

Por exemplo, você pode adicionar um sofá-cama funcional em seu quarto e ter espaço para mais duas pessoas. Isso permitiria que você aumente significativamente o preço por noite.

Atenda viajantes a negócios

As viagens de negócios são um dos segmentos de crescimento mais rápido no Airbnb, e é ótimo porque ocorre o ano todo. Assim, não é afetado pela sazonalidade da sua localização. Por isso, algumas etapas para atrair empreendedores ou quem trabalha em home office de coworking, podem aumentar rapidamente o número de reservas.

A natureza mutável da fidelidade

A marca dos relacionamentos de longo prazo atende às necessidades dos consumidores que buscam gratificação e personalização instantâneas. Desta forma, a ênfase no consumo baseado no acesso colocou os holofotes sobre o bem-estar.

Use um software de gerenciamento

Um sistema de gerenciamento que funcione junto com o Airbnb é uma das maneiras mais fáceis de aumentar sua receita. Não apenas você terá acesso a um gerenciador de canal que sincroniza seus calendários, reservas, mas também poderá usar uma variedade de ferramentas diferentes. Além disso, existem sempre parcerias que são bem-vindas, além da estratégia Airbnb x Hotéis, como plataformas de mobilidade, como a Omnibees, por exemplo.

Assim, economize tempo, forneça o melhor atendimento ao cliente e ganhe muito mais! 

Mas, o que essas tendências significam? Eles exigem que os profissionais de marketing repensem o que a experiência de viagem significa para o cliente. 

E o futuro? 

Competir com a economia de compartilhamento requer repensar a marca e a experiência

Assim, embora a regulamentação esteja fora do controle da indústria hoteleira, a marca e a experiência do cliente não. Afirmamos que essas são as áreas em que os esforços das empresas hoteleiras precisam ser focadas. Os hotéis precisam repensar a promessa da marca, e como ela define e molda a experiência do hóspede. 

Finalmente, os programas de fidelidade devem ir além dos níveis programáticos para poder aproveitar os dados do histórico do hóspede, mídia social e outras fontes de dados. Tudo isso, para alimentar análises preditivas, personalizar e individualizar a experiência do hóspede com a marca. 

Desta forma, em uma era de gratificação instantânea, o programa de fidelidade deve ser posto em prática agregando valor e oferecer pacotes criativos.

E então: quer lutar contra os efeitos negativos do Airbnb x Hotéis? 

Se você não pode vencê-los, junte-se a eles: proprietários de hotéis mais inteligentes estão lucrando com o Airbnb. Gerentes de canal que têm uma conexão direta com o Airbnb, torna mais fácil competir com hosts.

Assim, isso favorece os hotéis, que podem competir com anfitriões e acomodações alternativas. Na verdade, isso já está acontecendo: anfitriões do Airbnb já estão perdendo o peso com o número de listagens mostradas nos resultados de pesquisa.

O gerenciador de canal se integra com seu CRS, PMS e RMS atual?

Se a resposta a cada uma dessas perguntas for sim, então é altamente provável que o gerente de canal tenha a funcionalidade básica de que seu hotel precisa. 

Por último, mas não menos importante: lembre-se de quanto treinamento e suporte o gerente de canal oferece. 

Assim, a questão Airbnb x Hotéis está levando a indústria a se reinventar e se adaptar às novas necessidades dos clientes. Para competir com o foco do Airbnb, em custo e experiência, os hotéis aumentaram seus esforços para permanecerem relevantes, implementando estratégias inovadoras. 

Desta forma, ao implementar estratégias de design eficientes e expandir para serviços de hospitalidade inovadores, como micro quartos, os hotéis podem competir com o segmento. Por último, os hotéis estão cada vez mais incorporando novas tecnologias em suas operações diárias.

A implementação de tecnologia

O mercado hoteleiro está gradualmente introduzindo novas tecnologias para aprimorar a experiência do cliente e gerar uma vantagem competitiva junto com o Airbnb. Os hotéis oferecem aos hóspedes um sistema personalizado que gerencia serviços de check-in antes da chegada, programas de fidelidade de recompensa e ofertas específicas para cada local. 

Assim, as tecnologias emergentes com o cliente visam fornecer uma experiência aprimorada, desde o momento da reserva até o feedback do hóspede. 

E as integrações com startups de mobilidades?

Sim! Por exemplo, a Bitz também tem parceria com esses aplicativos, como a Omnibees. Se você já usa um PMS, é uma forma de estabelecer uma saudável e competitiva parceria de distribuição e acesso simples. Desta forma, soluções e inovações são criadas para apoiar a indústria de viagens, trabalhando em conjunto com essas integrações.

Como vimos, a tecnologia não apenas molda as operações hoteleiras, mas também serve como uma ferramenta estratégica de marketing para hotéis. Torna-se evidente que a tecnologia já é um fator de inovação significativo no setor de hospitalidade, contribuindo para o aumento das receitas, reservas e experiência do cliente. 

Nestes tempos inéditos para o mercado hoteleiro, é fundamental continuar a questionar o status quo e nunca descansar sobre os louros. Certifique-se de que as mudanças nunca sejam um obstáculo para o seu hotel, mas sim uma chance de aprender e crescer. 

Se você conseguir entender as novas expectativas de seus hóspedes e se adaptar, você fará parte dos hotéis que definem a indústria de amanhã.

Veja também

Deixe um comentário