A COVID-19 pegou o mundo de surpresa e teve um efeito drástico. Não apenas na forma de mercado, mas também em como sobreviver. Assim, com muitas empresas fechando suas portas devido a restrições, encontrar maneiras de abrir com segurança está no topo da lista de prioridades. Neste conteúdo, você encontrará como é o protagonismo da hotelaria durante e depois da pandemia global.

Avaliação do impacto da pandemia

Muitos profissionais de hotelaria tiveram que avaliar o impacto que a COVID-19 teve em seus negócios. Nitidamente, a COVID-19 afetou todos os setores em todo o mundo, e a indústria hoteleira está entre as mais atingidas. 

Veremos um conjunto de cenários de recuperação no protagonismo da hotelaria no Brasil, incluindo diferentes aspectos. E claro, do lado do hóspede, veremos o que eles dizem sobre essas expectativas. 

Na verdade, os hóspedes no Brasil querem continuar se sentindo mais seguros ao viajar, e isso inclui check-ins e check-outs sem contato e uma ênfase na higiene. 

A alta vacância

Sim, a COVID-19 é um desafio para nossas vidas e meios de subsistência. A crise não tem precedentes e avança rapidamente, mas ainda é profundamente incerta.

Sabemos que uma das forças de trabalho que foi mais duramente atingida foi a hotelaria. Desta forma, estratégias no protagonismo da hotelaria podem aprimorar: 

  • ferramentas de reserva (lembretes aos clientes sobre as restrições em vigor); 
  • hotéis que fazem o acompanhamento com os hóspedes antes de sua chegada;
  • momento do check-in, por meio de um código QR;
  • medição de temperatura corporal, algumas vezes;
  • entre outras

Assim, para que os hotéis adotem os mesmos padrões, é claro que seriam necessárias mudanças nas políticas governamentais e nas abordagens de saúde pública.

Além disso, também é importante instituir novos processos de limpeza. Adicionar elementos sem contato à experiência do hóspede, incluindo checkouts via aplicativo ou e-mail, até para entregar alimentos, são inteligentes. Apostar em limitações de opções de entregas, para serem consumidas nos quartos, são também formas inteligentes.

É normal que em restrições, áreas comuns das comodidades adicionais, sejam fechadas. Ao mesmo tempo, muitos hotéis conseguem direcionar cada vez mais suas ofertas para as populações locais. Por exemplo, aqueles que viajam em distâncias curtas, oferecem planos para moradores locais. Além disso, as escapadelas de fim de semana para aqueles que querem passar um tempo fora da cidade ou de seus apartamentos.

Implicações para viagens e protagonismo da hotelaria

A viagem vai voltar. Mas a recuperação provavelmente tende a demora um pouco. Por certo, as viagens a negócios e lazer retornarão em ritmos diferentes, assim como as viagens domésticas e internacionais. No entanto, o que é certo é que o próximo “normal” será marcado por mudanças estruturais. Especialmente, em torno das expectativas do cliente quanto à higiene e flexibilidade.

Portanto, a recuperação do protagonismo da hotelaria pode incluir ciclos de planejamento extremamente curtos. Assim, impulsionados por elevações graduais das restrições de viagem e janelas de reserva muito curtas.

As tendências recentes lá fora, no exterior, já oferecem um vislumbre dos próximos meses para os viajantes. 

Processos internos da hotelaria

Não existe uma resposta certa para todos, mas algumas diretrizes se aplicam universalmente. Os hotéis vão continuar a cuidar de seus colaboradores, mantendo-se engajados durante a pandemia e protegendo-os quando retornarem. Eles devem gerenciar as expectativas do hóspede, e se preparar para agir com habilidade para lidar com questões de saúde e segurança. 

Além disso, revisar sua estratégia comercial em casos de reinício, de olho na próxima “normalidade”, são importantes. Mas, existem oportunidades positivas nesse protagonismo da hotelaria?

Oportunidades em um mundo pós-COVID-19

Você já sentiu que o tempo pode passar em velocidades diferentes, não é? Durante as férias, uma semana inteira pode passar em poucas horas. Enquanto isso, no trabalho, um dia ruim, às vezes, pode parecer interminável. No entanto, nos últimos meses, parece que esse sentimento deu uma guinada literal.

O surto de COVID-19 distorceu o conceito de tempo. O início de 2020, já parece uma década atrás, isso porque o mundo passou por mudanças que normalmente ocorrem ao longo de vários anos, não meses. Assim, essa mudança rápida e global surpreendeu obrigando a todas as empresas em adotarem medidas de adaptação. 

No processo, esse baralho foi reorganizado, o que abre espaço para oportunidades em muitos setores, incluindo o protagonismo da hotelaria. Assim, a hotelaria não é exceção.

Investindo em seu futuro digital com protagonismo da hotelaria

A digitalização tem sido um problema recorrente no setor de hospitalidade há alguns anos. No passado, os hotéis optaram por delegar essa preocupação fundamental a outros atores, como: 

  • as agências de viagens online (OTAs); 
  • as empresas de terceirização; 
  • etc.

Mas, com  as plataformas de gestão hoteleira, que assumiram o controle do mundo online, a maioria dos hotéis, desde então, reconheceu o valor de ter uma presença digital. Isto, de longo alcance, principalmente para aumentar suas reservas diretas.

Desde o advento da COVID-19, as reservas digitais se tornaram uma parte ainda maior do volume geral. Eventualmente, a digitalização dominará todo o mercado de reservas de hotéis. Para aproveitar as vantagens desse novo status quo, puxar a otimização da presença digital do seu hotel é válido. 

Listamos algumas dicas abaixo sobre como melhorar esse problema específico:

  • Tenha uma programação regular de mídia digital
  • Cuide de seus clientes e deixe sua opinião online, em sites de avaliação e mídias sociais para melhorar sua reputação online
  • Diversifique seus canais de distribuição online
  • Invista em seu próprio site
  • Trabalhe em uma estratégia de reserva direta
  • Repense sua estratégia de marketing

Assim, procure ter uma plataforma bem organizada com as ferramentas. O investimento feito para melhorar sua reputação online quase nunca é desperdiçado. Na verdade, quase metade dos usuários que veem seu hotel nas OTAs o acessam para obter mais informações e, possivelmente, garantir melhores negócios.

Ter bons incentivos para que os hóspedes reservem diretamente pode aumentar significativamente suas margens. Certifique-se de ter um funil de conversão eficiente e informe seus clientes que a melhor forma de reservar é direta.

Nos últimos anos, o marketing raramente tem sido uma prioridade para os hotéis. Especialmente online, onde a competição com as OTAs é feroz. Além disso, os hotéis muitas vezes podem tirar proveito de outras táticas para atrair clientes, como boca a boca, programas de fidelidade e parcerias de negócios.

Assumindo o protagonismo da hotelaria

No entanto, a COVID-19 tirou o desejo de muitas pessoas de viajar e se hospedar em hotéis, o que fez com que a base de clientes diminuísse. Para reabastecer essa clientela, os hoteleiros precisam voltar ao básico e buscar fazer esse protagonismo da hotelaria, uma realidade. 

Essa não é uma tarefa fácil no mundo de hoje. Mas, com a mensagem certa, dirigida às pessoas certas, os hotéis podem começar a reconstruir a confiança dos hóspedes e o caminho ascendente. 

Aqui estão algumas maneiras de preparar sua nova estratégia de protagonismo da hotelaria:

Trabalhe em suas próprias campanhas de marketing digital

Ao contrário da crença popular, está longe de ser impossível superar as ofertas das OTAs no campo da publicidade online. Ao atingir o público certo, por meio de uma ampla gama de canais, você gerará um tráfego significativo e qualitativo

Encontre a mensagem certa para o seu público

No mundo da hotelaria pós-COVID-19, é fundamental comunicar a mensagem de marketing apropriada aos seus clientes em potencial. Seu conteúdo dependerá do posicionamento estratégico de seu hotel. No entanto, provavelmente incluirá palavras sobre segurança e frases inspiradoras para restaurar o desejo de seus clientes de viajar.

Estabeleça sinergias com outras empresas

Esse tipo de situação extraordinária exige que todas as empresas colaborem. Assim, isso pode significar o estabelecimento de parcerias e pacotes com restaurantes, academias e spas locais. Além disso, você também pode considerar compartilhar seu banco de dados de clientes e iniciar campanhas de marketing conjuntas.

Aproveite as iniciativas de promoção do turismo

Muitos países se destacaram diante da crise e lançaram programas para promover o turismo nacional. 

Faça movimentos ousados ​​em direção à inovação

Como vimos, a base global de clientes de hotéis foi significativamente reduzida pela pandemia. Para se destacar da concorrência, seu hotel precisa mostrar como se diferencia para melhor. Além de superar a concorrência nas áreas de marketing, você também pode diferenciar seu hotel pela implementação de soluções e estratégias inovadoras.

Adote a tecnologia sem contato

Desde que a COVID-19 começou a se espalhar, a tecnologia sem contato passou por um grande boom. Algumas áreas da experiência do hotel, como recepção e serviço de quarto, foram feitas sem contato para evitar a propagação do vírus. Esse tipo de inovação pode ser um ótimo ponto de venda na promoção do seu hotel.

Otimize sua receita com estratégias locais

Deixe seus hóspedes fazerem reservas 24 horas por dia e abrir seu hotel para hóspedes locais. Uma forma de se reinventar é através da oferta de novos serviços. Com a menor atividade turística, precisam atender a um tipo diferente de clientela (principalmente local) que busca um tipo diferente de serviço. 

Por exemplo, esses clientes podem estar interessados ​​em reservar um quarto por apenas algumas horas para transformá-lo em um escritório doméstico, ou coworking. Além disso, também podem estar interessados ​​em reservar apenas alguns dos serviços que seu hotel oferece, como spa, academia e estacionamento. 

Assim, agora é a melhor hora para assumir riscos. Na verdade, é um campo de jogo onde ninguém sabe ao certo que forma o futuro assumirá. Uma ou várias soluções podem ser a diferença de que seu hotel precisa para se encaixar neste novo ambiente. 

Fidelize seu hóspede

Portanto, coloque o hóspede no centro de sua estratégia. A personalização sempre foi um tema candente na indústria da hospitalidade. E por um bom motivo: ouvir seus hóspedes e adaptar seus serviços adequadamente. Por isso, essas maravilhas são a diferença da concorrência e fidelização do cliente

Fique atento às novas tendências. Saber como as coisas estão evoluindo muito rápido em meio aos tempos de mudança, é importante manter-se atento às tecnologias que estão por vir.

E no Brasil, o perfil do hóspede que dá mais importância à certos aspectos, deve ser sempre observado. Por exemplo:

É preciso entender que os hóspedes querem ou esperam de um hotel nestes tempos:

– estética do hotel;

– um bom cardápio;

– personalização e fidelização para satisfazer os recorrentes;

atendimento exclusivo;

– acomodação como experiência

A importância da governança hoteleira no pós-pandemia

Além disso, viajar além das férias, é outro caso importante. Com a flexibilidade no trabalho, muita gente passou a ter outra experiência profissional. Muitas empresas passaram a orientar seus colaboradores e sócios a se adequarem ao home office, com horários flexíveis. Assim, isso garantiu a escolha de espaços de trabalhos diferentes.

Por exemplo, feriados e finais de semana, são ideais para hospedar, principalmente se o profissional tem essa flexibilidade. 

Com a pandemia, a questão da segurança sanitária passou a ser uma prioridade e a governança hoteleira, que já era importante, ganhou protagonismo da hotelaria. Agora, ela é a responsável por fazer o hóspede se sentir seguro e tranquilo durante sua estadia.

Esperamos que este conteúdo sobre o protagonismo da hotelaria tenha sido útil para você. Para ver outros artigos, acompanhe sempre as publicações aqui, no blog do Bitz Hotel.

Veja também

Deixe um comentário