.

2021 chegou e com a vacina em mãos, há quem acredite que depois da crise do coronavírus, o “novo normal” se estabeleceu e nada será mais como era antes. Principalmente, no setor de hospedagem, a verdade é que já é possível observar algumas mudanças que vieram para ficar. Vejamos a seguir quais são elas.

Os impactos positivos no setor de hospedagem

Entre as boas notícias, sabemos que é possível se reinventar e uma das palavras de ordem do momento é: resiliência. Assim, se reerguer depois de todas as dificuldades que a sociedade humana passou nestes períodos conturbados, causados pelo novo vírus, também é um dever nosso.

Afinal, crises também são excelentes oportunidades de crescimento. Com foco neste sentido, ajudamos você a traçar um panorama de como o setor se comportará daqui em diante.

Na verdade, os serviços de hospedagem, como o uso de PMS, estão ganhando força para atender à crescente demanda dos requisitos do cliente. Assim, os serviços de hospedagem online, estão se adequando a este “novo normal” – em sistemas, sites leves e responsivos.

Por esta razão, o surgimento dessas novas tecnologias está sendo revolucionário, modernizando todos os serviços de gerenciamento de dados e hospedagem. Desta forma, por ser um método econômico, para que as empresas aproveitem a tecnologia, sem o enorme custo inicial de comprar, é fácil instalar e configurar.

Impactos negativos no setor de hotelaria

O setor de hotelaria foi o primeiro a ser afetado pela pandemia do novo coronavírus e também um dos que sofreu maiores danos. Na verdade, a crise global levou vários setores da economia a terem pesadas quedas em seus faturamentos – o setor de hospedagem foi o mais atingido, com perdas que chegaram a 90%.

Como o cenário geral no ano passado era de muitas incertezas, tanto cientificas quanto econômicas, algumas pesquisas (como a realizada pelo FOHB – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil) afirmam que pode haver uma reabertura de 60% dos hotéis no Brasil quando o prognóstico da vacina estiver mais ao alcance de todos.

É claro, isso se dará aos poucos, mas nos próximos meses, com uma retomada gradual das atividades. Assim, isso garantirá uma movimentação do setor em todo o país e também lá no exterior. Muitas pessoas irão buscar cada vez mais por viagens e passeios, a fim de compensar o distanciamento social do ano passado.

Melhoras por vir no setor de hospedagem

No entanto, já sabemos que o poder aquisitivo dos brasileiros caiu, em função da alta taxa de desemprego e informalidade. Essa insegurança econômica fará com que a procura pelos serviços relacionados ao turismo seja menor ainda em relação a anos recentes.

Porém, apesar das dificuldades financeiras dos empreendimentos de hospedagem e dos próprios clientes, muitas empresas já estão conseguindo aproveitar esse período para se reinventarem. Assim, já estão se adaptando e entendendo como se comportar com novos hóspedes daqui para frente. O cenário é promissor, neste sentido.

Em outros artigos da Bitz, já deixamos claro que o fenômeno pós-pandemia fez surgir um novo perfil de turista. Por isso, além da implementação de novas medidas sanitárias e de higiene, os hotéis se saíram bem na adaptação de suas estruturas e métodos de serviços. Com isso, revisaram todos os seus processos e já oferecem novas soluções para os seus hóspedes.

O novo turista

A pandemia e todo esse período de isolamento e distanciamento social estão mudando o perfil dos turistas. Além disso, elementos como sustentabilidade e coworking passarão a ser cada vez mais valorizados.

Com isso, o comportamento e os hábitos dos hóspedes mudam. Por exemplo, é possível pensar que uma pessoa que antes viajava a cada quinze ou vinte dias, agora viaja menos vezes, mas permanece por mais tempo.

Assim, cabe aos hotéis oferecerem serviços e atividades que preencham o tempo deste hóspede na cidade, ajudando-o a aproveitar o destino para além do trabalho. Desta forma, proporciona o foco em novas experiências, criando uma relação mais amigável entre o cliente e estabelecimento.

new RDStationForms(‘blogpost-bitz-channel-e-bitz-engine-duplicado-583c88723c0e12993904’, ‘UA-142447516-1’).createForm();

O papel da tecnologia na retomada do setor de hospedagem

Desta forma, ao mesmo tempo que a hotelaria se torna mais amigável e conectada a valores como sustentabilidade e responsabilidade social, ela também implementa recursos tecnológicos que garantem essa experiência.

Portanto, alguns dos recursos que estão sendo implementados nos hotéis a partir de agora:

Check-in e check-out web

Integrado com o Whatsapp, evita a aglomeração de pessoas na recepção e traz mais agilidade para os registros de entrada e saída de hóspedes.

Gerenciamento de estoque

São ferramentas que possibilitam o pedido de serviços de quarto por aplicativo, reduzindo o deslocamento de hóspedes e evitando o compartilhamento de controles de gestão físicos e ultrapassados.

Uso de tablets e outros dispositivos móveis

Funcionam no atendimento ao cliente, já que são fáceis de serem higienizados e aumentam a produtividade das equipes de governança, dos restaurantes e da recepção.

E então? Como está o seu hotel, pousada ou motel preparado com o “novo normal” pós-pandemia? Esperamos que já é possível você começar a empregar estes e outros procedimentos operacionais em seus hotéis.

Veja também