Vivemos um momento em que há tendências tecnológicas em tudo no dia a dia. O e-commerce cresceu absurdamente nos últimos anos, as casas são inteligentes graças à internet das coisas, lançamentos de filmes ocorrem em streaming e até os primeiros encontros ocorrem devido a aplicativos de namoro. 

Desta forma, não seria diferente quando o assunto são condomínios. A tecnologia proporciona soluções únicas que fazem a diferença tanto para o bem-estar dos moradores quanto para o gerenciamento condominial.

Para você ficar por dentro das principais novidades desse setor, vamos abordar o que é tendência e o que pode ser incorporado no seu condomínio! Confira! 

Tendências tecnológicas: comodidade, economia, eficiência e segurança para todos

São muitas as tendências tecnológicas para condomínios e elas têm como principal objetivo trazer mais comodidade para os moradores, além de segurança e eficiência nos processos.

Assim, ninguém quer perder tempo das horas vagas fazendo contas e fluxo de caixa do condomínio, nem buscando entregar toda hora no portão ou preocupado se a residência está segura de verdade ou não.  

Ficar em casa fazendo as coisas que gosta com as pessoas que ama se tornou prioridade nos últimos tempos. Isso foi reforçado ainda mais com a pandemia do Coronavírus, em que as pessoas passaram a ficar mais tempo em seu lar e apostar em alternativas que proporcionem qualidade de vida. 

E a boa notícia é que muitas das soluções, embora tenham um custo inicial de instalação e aquisição que pode ser um pouco mais elevado, fazem com que as contas mensais nos condomínios fiquem mais baratas para os moradores. Afinal, muitas dessas tendências tecnológicas reduzem os gastos com serviços e fornecedores.

Vamos falar sobre elas a seguir!

Controle de acesso de moradores e visitantes

Pensando na segurança e na praticidade, muitos condomínios residenciais e até empreendimentos comerciais têm apostado no acesso eletrônico. Dentre as possibilidades que são tendência:

  • Fechaduras com senha eletrônica: cada pessoa tem uma senha, tornando desnecessário o uso de chaves. O controle e as atualizações visando segurança são feitos inteiramente por aplicativos;
  • Biometria: o uso das digitais para abrir portas tem sido muito comum. Os moradores se cadastram no banco de dados e apenas eles são capazes de usar o sistema;
  • Reconhecimento facial: assim como é possível acessar seu celular reconhecendo o rosto do usuário, o mesmo tem sido aplicado para acesso em condomínios e apartamentos. Apenas quem é cadastrado pode entrar.

Além disso, tem se tornado comum que os visitantes também recebam acesso temporário. Para isso, são geradas senhas aleatórias ou QR Codes com funcionamento restrito por período em que a pessoa ficará no local (um dia, uma semana, um mês…).

Com isso, é possível um controle muito maior em relação aos visitantes, sendo possível ter o registro real de quem entrou ou saiu e o horário, sempre que necessário.

Portarias remotas

Assim, dentro dessa questão de controle de acesso, uma das soluções que contam com muitos adeptos é a portaria remota, possibilitada graças à ajuda da tecnologia. 

O crescimento nessa área é tão grande que uma pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (ABESE) mostrou que mais de 60% das empresas do ramo estão com vagas abertas para profissionais. Além disso, quase 30% delas têm a pretensão de abrir processos seletivos até o final de 2021.

>>> Para saber mais: Tendências do setor imobiliário para 2021

Nesse cenário, o porteiro não fica localizado na entrada do condomínio ou prédio. Desta forma, ele trabalha remotamente e verifica os acessos a partir de câmeras instaladas estrategicamente e interfones digitais que funcionam a distância. Na verdade, um sistema totalmente integrado de imagem e som.

Como resultado, há mais segurança, já que evita que o profissional seja rendido em assaltos. Além disso, o serviço fica mais barato. Isso porque a mesma pessoa é capaz de gerenciar o acesso de vários locais ao mesmo tempo. 

Tendências tecnológicas com ajuda de sistemas 

Os sistemas de gestão em condomínios tornam a vida de todos mais simples e permite que a administração de prédios e conjuntos habitacionais seja muito mais eficiente e obtenha os melhores resultados.

Isso porque tudo é integrado em uma só plataforma. Assim, controle financeiro, previsão orçamentária, pagamento de contas e fornecedores, dados dos moradores, comunicados, cobranças, tudo é feito por um só sistema. 

Além disso, um processo mais transparente e produtivo, 100% otimizado. Você tem acesso à relatórios que permitem criar estratégias de melhorias no condomínio e ajudar nas tomadas de solução. 

Por isso, esse tipo de solução casada com empresas profissionais de gestão condominial veio para ficar e deve crescer ainda mais nos próximos anos.

Monitoramento inteligente

Como falamos, a segurança tem sido uma preocupação constante e para garanti-la, a tecnologia é a maior aliada. 

Hoje em dia é possível contar com CFTV, monitoramento 24 horas por dia e ainda optar por soluções que usam inteligência artificial. 

Dessa forma, além de ter registrado tudo o que acontece no condomínio, é possível identificar estranhos nas dependências e comportamentos suspeitos, prevendo situações antes que elas aconteçam.

Comunicação digital

A era dos quadros de avisos no hall dos prédios acabou. Qual foi a última vez que você entrou em um edifício e conferiu se havia algum comunicado? Provavelmente já sobe as escadas ou pega o elevador olhando o celular, certo?

Por isso mesmo, uma das tendências tecnológicas é o uso de aplicativos para a comunicação direta e eficaz com os condôminos. Na verdade, a pessoa acompanha toda a gestão, recebe comunicados virtuais com notificações, boletos, aviso de pendências e até envia solicitações ou faz reclamações no ambiente digital.

Tudo na palma da mão, sempre que precisar. Assim, nada pode ser mais simples que isso.

Armários inteligentes

O e-commerce cresceu 72% apenas na metade de 2021. Como consequência, há mais entregas nas residências e nem sempre as pessoas estão em casa ou há porteiros presenciais. 

Diante disso, o mercado inovou com instalação de armários inteligentes nos condomínios. 

Na verdade, os lockers contam com tela interativa para que os entregadores selecionem a pessoa que irá receber e o tamanho do pacote. Assim, o armário se abre, a entrega é depositada e o morador recebe uma notificação que algo foi deixado para ele. 

E se um condômino quiser deixar algo para outra pessoa pegar também é possível. Basta colocar o item no armário e fornecer um QR Code para quem for pegar a encomenda. 

Curtiu as dicas? Continue lendo nossa série de artigos especiais sobre condomínios da Bitz!

Veja também

Deixe um comentário